Treinamento sobre autenticidade no dia a dia


Treinamento Du Pont - Allessandra Canuto
Qual a melhor maneira de crescer como ser humano? Com certeza é compartilhando conhecimento.

E foi isso que fizemos dia 27/04/17 em mais um encontro promovido com sucesso na DUPONT!

Desta vez as participantes queriam saber mais sobre a influência da autenticidade no dia a dia profissional.

Foi um prazer trabalhar na ampliação da percepção sobre um tema tão novo mas que ainda é visto como gerador de conflitos.

Ser ou não ser autêntico no dia a dia de trabalho, eis a questão!

Veja mais

Treinamento de liderança na VIVARA

Planejando com autenticidade

Treinamento para equipe de treinadores

Treinamentos para treinadores da ADOBE (Crefisa, Fam e Toscana)

 

Com o intuito de melhorar a forma de compartilhar conhecimento dentro da empresa, o grupo ADOBE me chamou para conversar.

Aqui fizemos um trabalho para treinar treinadores internos para multiplicar conhecimentos nas equipes internas.

Eles já tinham uma equipe de treinamento, responsável por multiplicar o conhecimento dentro da empresa, mas me contrataram para qualificar melhor esses profissionais.

Para isso montamos um treinamento específico para atender essa necessidade e funcionou muito bem. Veja todo o conteúdo que trabalhamos.

Temas abordados durante o treinamento:

Esses temas são essenciais para formar profissionais habilitados para lidar com diversas dificuldades que podem surgir em cada treinamento.

Prepará-los para situações adversas, deixa o profissional confiante. Dominar o assunto é essencial, mas agora conhecendo todas as técnicas, tudo será fácil e natural.

Investir no crescimento e capacitar seus colaboradores é uma estratégia que vem fazendo sucesso entre as empresas e que resulta em profissionais felizes, que se sentem valorizados.

Quando você treina uma equipe para multiplicar conhecimentos, você está multiplicando também o sentimento de valorização dos próximos profissionais que receberão os treinamentos deles. Afinal quando um profissional é convocado a participar de  um treinamento, ele se sente feliz por saber que alguém esta reconhecendo seu trabalho e quer ajudá-lo a crescer e desenvolver. O resultado são funcionários felizes e trabalhando com orgulho e satisfação.

Agora que finalizamos, vejo a equipe da ADOBE preparada para realizar os treinamentos durante todos os encontros que estão se propondo a fazer no calendário de 2016.

Só posso desejar sorte e felicidades pra essa equipe, pois o sucesso já está garantido!

Veja também:

Treinamento de liderança na VIVARA

Treinamento na DUPONT

Treinamentos e Palestras

Gerenciamento e percepção em tempos de crises?

Percepção x Gerenciamento | Alle ao Lado

 

Seu chefe convoca uma reunião e explica que as vendas estão caindo.

Para reverter o quadro, será preciso o empenho coletivo.

Ele afirma que será preciso ampliar a percepção para encontrar uma solução estratégica para o problema.

Aí você se pergunta “mas o que é mesmo percepção?”

Percepção é a nossa capacidade de PERCEBER e RESPONDER diante de estímulos.

O que o seu chefe está propondo é uma reflexão sobre o ambiente de trabalho, o desempenho individual e coletivo, além dos aspectos externos envolvidos na queda das vendas.

O feedback participativo irá compor o plano de ação para reaproximar os consumidores.

Nesse caso, o trabalho em equipe cria:

E na sua empresa, como vocês trabalham a percepção? E a resposta a estes estímulos?

A aceitação desse tipo de abordagem funciona ou gera conflitos? Como a maioria reage?

Ampliar horizontes e manter-se aberto a novas situações e desafios também faz parte de forma de visualizar a abordar o problema.

Tenha em mente que precisamos estar receptivos para todas as situações.

Essa forma de pensar nos torna resilientes!

Veja mais:

Treinamento de Gestão de Conflitos

Estou desempregado, e agora?

Você escolhe o resultado da sua negociação?

Conflito de liderança entre gerações

Conflito de liderança entre gerações

 

Um tema que é presente e sempre atual nas relações interpessoais é o conflito de liderança principalmente com as diversas gerações que existem atualmente.

A impactante diferença entre gerações tem trazido a tona freqüentes reflexões a respeito.

Nas organizações, cada vez mais o conflito de lideranças vem merecendo destaque e atenção de estudiosos.

A Gestão de Conflitos vem sendo cada vez mais estudada com o foco para liderança entre gerações.

Teorias e pesquisas que ampliam as percepções do comportamento humano junto com técnicas de negociação são o foco.

Trata-se de um conjunto de técnicas para mapear e gerenciar conflitos entre indivíduos, grupos e empresas.

Mas antes de falarmos sobre o outro, o ambiente ou a situação, quero propor uma reflexão sobre a nossa posição diante dessas situações:

A nossa relação com os outros constitui nossa personalidade, pois nós só existimos em relação aos outros.

As novas gerações vêm conquistando cada vez mais cargos de liderança. Seus subordinados são mais velhos, mais experientes e menos receptivos.

Este universo é repleto de muitas dificuldades em relação às lideranças e diferentes gerações trabalhando juntas.

4 passos para gerir o conflito de liderança nas diferentes gerações:

Paixão

Ter pessoas apaixonadas pelo que fazem é imprescindível para se obter o melhor resultado.

Então, como fazer para incluir cada um dos diferentes perfis neste espírito de paixão?

Vamos lembrar que os Baby Boomers são apaixonados pela bandeira da empresa.

Para estimular paixão no coração desta geração, uma boa maneira é o reconhecimento público que valorize sua dedicação.

A geração X, valoriza estabilidade financeira. Para eles vale focar em um bom plano de carreira e a possibilidade de continuar crescendo onde está.

Já a geração Y, considera o trabalho uma fonte de satisfação e aprendizado. Nesse caso vale oferecer-lhes os benefícios de um belo plano de treinamento e desenvolvimento.

Ambiente

Os Baby Boomers gostam de ambientes organizados, metódicos e com uma clara divisão de áreas.

Já os profissionais da Geração X preferem o ambiente que estimule a independência e o empreendedorismo como fonte de inspiração. Utilizando quadros com metas, gráficos, indicadores e outros meios que acompanhe o desenvolvimento rumo a seu objetivo.

A Geração Y produz melhor em ambientes descolados, de preferência sem previsibilidade, ou seja, nada de mesas fixas.

Palavra

O uso da palavra imprime a forma com que cada líder lida com a Gestão das pessoas e suas consequências, independente da geração.

Os Baby Boomers têm dificuldade de lidar com a perda de status e poder. É comum nos depararmos com lideres que tem muita dificuldade em mudar de opinião e, principalmente, assumir isso. Eles acreditam que liderar é comandar e controlar, e por isso acabam distanciando gerações e trabalhos em equipe.

A Geração X trabalha a linguagem como ferramenta para garantir seu espaço no mercado. Ele teme perder para a Geração Y e usa todos os mecanismos para garantir o seu comprometimento com os objetivos da empresa. Um ponto muito forte desses lideres  é que quando assumem este papel, procuram valorizar as competências dos seus liderados e parceiros.

Os líderes da Geração Y são impulsivos e às vezes usam as palavras para enfrentar sem medo outras posições de poder. Alguns líderes desta geração precisam trabalhar a limitação no uso da palavra falada, pois tendem a utilizar a comunicação digital na maior parte do tempo.

Alianças

Por conta de serem competitivos, os Baby Boomers utilizam alianças para estabelecer parcerias que lhes tornem mais fortes em relação aos concorrentes.

Os líderes da Geração X, que tem um perfil muito empreendedor, utiliza toda a perspicácia para estabelecer relações comerciais e costumam se dedicar muito para o sucesso das alianças estabelecidas.

A Geração Y, entretanto, já procura estabelecer parcerias que otimizem seu trabalho para que consigam ter mais tempo para atender suas necessidades e desejos. Eles amam desafios e querem fazer tudo à própria maneira, com o mínimo de burocracia, evitando atividades rotineiras e controle excessivo.

Para garantir um sucesso nesse conflito de liderança, é necessário garantir um bom planejamento para atender as necessidades de todos os envolvidos e estimulá-los.

O planejamento da gestão de conflito de liderança entre gerações deve contemplar:

O mais importante é ter a consciência da importância de planejar iniciativas para estimular o vínculo dos relacionamentos, para que dessa forma, os resultados cheguem com facilidade.

Veja mais

Como lidar com conflitos entre liderança

Treinamento de liderança na VIVARA

Treinamento de Gestão de Conflitos

Otimizar o trabalho em equipe

Trabalho em Equipe | Alle ao Lado

“Nenhum de nós é tão inteligente quanto todos nós”. Warren Bennis. Essa citação traduz com clareza a importância de trabalhar em equipe.

No dia-a-dia empresarial, muitas vezes a convivência torna-se difícil por conta das diferenças de postura e opinião. No entanto, a união de competências diferentes é responsável pelo aumento da produtividade e competitividade da empresa e os gestores tem obrigação de zelar por isso.

Portanto, compartilhamos abaixo algumas dicas para apoiar você nessa tarefa:

Defina claramente os Papéis e Responsabilidades de cada profissional da sua equipe

Como gestor ou gestora, é importante que você conheça as Competências, Habilidades e Atitudes, ou seja, o CHA necessário a cada cargo.

Dessa forma, será possível alinhar expectativas com cada profissional, verificar os GAPs entre o que é esperado e a característica que o profissional possui, e determinar as “linhas limítrofes” que separam uma função da outra.

Preocupe-se em manter uma atmosfera de confiança, reciprocidade e concentração de esforços

Quem não gosta de trabalhar em uma empresa com boas energias? Incentive os profissionais a ajudarem-se mutuamente nos momentos difíceis, que fazem parte do dia-a-dia. Além disso, separe periodicamente um espaço e um tempo para realizar alinhamentos: das expectativas, das relações, dos conflitos, dos objetivos e dos resultados esperados.

Analise cenários, necessidades e estabeleça objetivos comuns

Pesquisas indicam que existe mais possibilidade de colocar em prática uma decisão quando as pessoas estão envolvidas desde o  estabelecimento de objetivos.

Por essa razão, é importante que a empresa participe da construção do Planejamento Estratégico do negócio.

Esse Planejamento deve indicar com clareza os indicadores para o negócio e as particularidades de cada tarefa a ser realizada. Quem a fará? Como será feita a ação? O que será feito? Quando será feito e por quê será feito?

Forneça feedbacks claros para a equipe

Lembre-se sempre que a responsabilidade é de quem comunica. Portanto atente-se para as palavras utilizadas, para o tom de voz e para a linguagem corporal.

Além disso, lembre-se que omitir ou transmitir informações de modo insuficiente gera dúvidas, ansiedade e perda de cooperação por parte da equipe.

Defina normas de conduta, com dicas sobre as melhores formas de agir

Toda equipe precisa de rotinas que proporcionem uma “memória organizacional” que oriente no momento de tomar decisões.

Como gestor ou gestora você precisa cultivar hábitos capazes de criar uma situação de equilíbrio e deixar claro quem está no comando.

O que achou das dicas? Se precisar de apoio para implantá-las conte com Alle ao Lado! 

Veja mais:

Gestão do estresse no ambiente de trabalho

Percepção e Gerenciamento de Crises

Treinamentos e Palestras

arrow-right